sexta-feira, 26 de julho de 2013

O Primeiro Jornal

Quero cantar pra você 
Segunda-feira de manhã 
Pelo seu rádio de pilha tão docemente 
E te ajudar a encarar esse dia mais facilmente 
Quero juntar minha voz matinal 
Aos restos dos sons noturnos 
E aos cheiros domingueiros que ainda boiam 
Na casa e em você 
Para que junto com o café e o pão se dê 
O milagre de ouvir latir o coração 
Ou quem sabe algum projeto, uma lembrança 
Uma saudade à toa 
Venha nascendo com o dia numa boa 
E estar com você na primeira brasa do cigarro 
No primeiro jorro da torneira 
Nos primeiros aprontos de um guerreiro de manhã 
Para que saias com alguma alegria bem normal 
Que dure pelo menos até você comprar e ler
O primeiro jornal

Elis Regina


quarta-feira, 24 de julho de 2013

De volta pro aconchego

Estou de volta pro meu aconchego
Trazendo na mala bastante saudade
Querendo um sorriso sincero
Um abraço para aliviar meu cansaço
E toda essa minha vontade

Que bom poder estar contigo de novo
Roçando teu corpo e beijando você
Pra mim tu és a estrela mais linda
Teus olhos me prendem, fascinam
A paz que eu gosto de ter.

É duro ficar sem você vez em quando,
Parece que falta um pedaço de mim.
Me alegro na hora de regressar,
Parece que vou mergulhar na felicidade sem fim

Dominguinhos (12/02/41 - 23/07/13)









terça-feira, 23 de julho de 2013

FESTA 24/7 DOMINNA- Primeira vez no Dominna

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa dizer do meu amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.
(Soneto da Fidelidade - Vinicius de Moraes)


Comecei o texto sobre a festa com este poema lindo porque dias antes estava procurando algum poema para meu Dono e me emocionei ao achar este soneto.

Às vezes passamos por textos e musicas sem reparar, e chega um dia em que faz sentido. E este soneto pode sim ser a descrição da submissão em sua forma mais plena e bela. E foi justamente este o soneto usado por Andy Arádia para descrever de forma encantadora, engraçada e sutil uma relação de entrega e submissão. Uma das palestrantes da tarde. Que relatou todas as dificuldades e belezas de uma relação 24/7 com propriedade de quem vive a 10 anos uma relação Goreana.

Vi também a palestra do Motorista que abordou de forma simples e direta a segurança no BDSM. Muito boa a palestra, e também tivemos a oportunidade de conhecer alguns de seus instrumentos, fabricados com todo o conhecimento de quem tem o prazer de usá-los.

A palestra de Mestre K@, que sou suspeita para descrever, mas que me emocionou por seus relatos sobre a submissão, com sua forma cuidadosa e inteligente de ver o Reino e nos mostrar que existe sim um bom motivo para estes 10 anos prazerosos de um harém. Bem vividos, respeitados e mágicos.

Acompanhei também a palestra, show, melhor show, palestra seria pouco, de Jorge Leite Jr. Falando sobre a história e conceito do Sadomasoquismo. MAGNIFICO tem que entrar para a lista de 10 coisas que precisamos escutar nessa vida BDSM.

Não consegui escutar todas as palestras, mas tenho certeza de que todas foram muito boas, cada uma de uma forma e com sua abordagem. Parabéns aos organizadores que souberam fazer a seleção de forma brilhante. Agradeço também a simpatia de Narcisa que me recebeu amavelmente logo que entrei.

 O evento foi realizado no Café Concerto Uranus, uma casa muito aconchegante com o clima certo, todo especial. Tive o prazer de desfrutar das melhores companhias que poderia ter. Minha amiga, minha guia minha luz klara de k@, amiga com quem já chorei as dores e já sorri as vitórias. Acho que quando olhei para o lado e vi uma linda moça de vestido vermelho passou um filme na minha cabeça de todas as nossas conversas, tudo que passamos virtualmente juntas. Tantas emoções, tantas situações e sempre sabemos que podemos contar uma com a outra. E o que foi poder abraçar essa minha amiga. Não poderia ser melhor. Gostaria que existisse uma forma de medir essa vibração, essa energia que seria capaz de mover mares e montanhas.
E por Mestre K@ também uma simpatia, uma pessoa maravilhosa e encantada como eu já imaginava que fosse. Passei uma noite muito agradável e também tive o prazer de conhecer e rir junto com Ametista, muito linda e divertida, adorei conhecê-la.

Vi na cena apresentada por Lord Bondage uma prova do que é se entregar. O que é abrir mão de sua autonomia, deixar sua vida nas mãos de alguém que você tem a certeza de que sabe o que fazer. Fiquei emocionada mais uma vez. Além da beleza do Bondage, fica à mostra toda confiança e cumplicidade que existe numa relação como esta e que, afirmo, não existe maior.

 Vi duas cenas com o Master Christian Sword of GOR que mostraram claramente o encantamento de suas subs por ele, e o prazer que tem em servi-lo. Tudo isso vi olhando para as pessoas, observando, só isso. Acho que se tivessem subido ao palco e no microfone falassem por horas sobre o sentimento que tinham por ele não ficaria tão explicito.

 Levo de brinde todas as histórias, as experiências que compartilhamos as risadas inúmeras e uma coisa que nunca vai sair de mim, os olhares.

Olhares de subs para seus Donos, de Donos e Dommes para seus subs. QUE BRILHO, que carinho, que respeito. Era um salão infestado de amor.


quinta-feira, 18 de julho de 2013

I'll be there ..::Clube Dominna::..


FESTA!FESTA!FESTA!


Não existe possibilidade desta reunião ser menos do que maravilhosa:





Sobre o Encontro do Dia Internacional do BDSM
Há 10 edições, o CLUBE DOMINNA, reuni os maiores nomes de diversas áreas e práticas fetichistas para partilhar seus conhecimentos com o público e comunidade presentes, por meio de palestras, mesas de debates, oficinas, exposições, performances e trabalhos de temas de interesse de todos, para conhecimento ou aprimoramento de técnicas. São psicólogos, antropólogos, cientistas sociais, professores, escritores, praticantes, pesquisadores... com uma coisa em comum: AMOR PELO BDSM.

Nesta edição, serão 19 horas de festa (do meio-dia do dia 20, às 07 da manhã do dia 21h) nas quais os convidados poderão entrar e sair e fazer sua própria agenda.
Do meio-dia às 15:30, será o almoço, recepção e confraternização entre os presentes. Das 14h às 22h, serão dedicadas às palestras, mesas e workshops. Das 22h em diante, será iniciada a Festa, com DJs, performances, cenas e shows temáticos. A pista de dança e o bar estarão abertos a quem quiser durante todo o evento.
Será uma festa maravilhosa!

O Café Concerto Uranus, casa que irá receber essa grande celebração do CLUBE DOMINNA, é um amplo e lindíssimo espaço, especialmente pensado para um público especial. Não poderíamos ter escolhido lugar melhor! Confira todo o requinte que N/nos aguarda em http://www.cafeuranus.com.br/ .
Conta com pista de dança, bar refinado, palco belíssimo para performances, mezaninos, sofás, fonte em cascata, linda decoração e ótimo atendimento. Será um dia inesquecível!


Para receber a programação, tirar dúvidas, colocar nomes na lista, dar sugestões ou qualquer outra demanda relacionada à festa, escreva para: narcisa@clubedominna.com.br 


segunda-feira, 8 de julho de 2013

O Vale das Bonecas

Valley of the Dolls -  Jacqueline Susann



Acabei de ler este livro há alguns dias e posso dizer que poucas obras me fizeram ficar tão estupefata quanto esta.

Estupefata mesmo, atônita, entorpecida como diz no dicionário.

 

Trata-se da história e relacionamentos de 3 três lindas garotas. Cada uma com sua personalidade, suas crenças e sua bagagem.


Três jovens mulheres aspirando à uma carreira bem sucedida encontram-se em Nova York. Neely O'Hara é uma garota de talento que canta num musical da Broadway onde a grande estrela é a legendária Helen Lawson; Jennifer North é uma atriz de grande beleza e talento limitado, que atua no coro do musical; Anne Welles é uma ingênua do interior que chegou recentemente à cidade e trabalha para a agência que representa Lawson.

Neely, Jennifer e Anne tornam-se amigas rapidamente, compartilhando os laços de ambição profissional e a tendência de se apaixonar pelos homens errados.


O único ponto que talvez tenham em comum são os desfechos desastrosos em suas relações amorosas.

Minha mentora Srta. Carrie me disse para analisar as escolhas e o resultado de cada relação.

Uma totalmente impulsiva, outra que tem como ponto forte e marcante sua sensualidade e a terceira mais recatada e segura. Acontece que mesmo cada uma tendo suas características e sua personalidade, acabam se deixando levar e perdendo a razão ao se relacionar.

Acho que é assim... que toda nossa razão, conhecimento, inteligência se vão ao chão quando nos deixamos envolver pela paixão. A partir daí é uma guerra interna constante. Uma crise de porquês e como-s... Não importa o caminho porque estamos focados no resultado. No que queremos. E não importa o como. Não importa se nos fará bem ou não. Se é o que precisamos ou não. Porque é o que queremos...

Não importa se passamos por cima das crenças, ideais, metas, culturas... o que importa é correr “abestadamente” até aquele ponto que consegue brilhar mais do que qualquer outro. Como aquelas moscas que ficam batendo na janela...

 

O livro é muito bom mesmo, impressionante. É importante analisarmos como o valor de tudo esta dentro de cada um.

Se conseguir encontrar a paz interior saberá lidar com as interferências externas. Sem que algo o tire do eixo.

Aceite que as pessoas não são como quer que seja. Que é impossível julgar os atos, que é impossível prever as atitudes e as reações de outras pessoas.

Aceite que cada um traz sua carga e que ninguém nunca será igual a este ou aquele. Ninguém pode ser comparado e nem previsível.

 






Beijos, saudades !
















pessoa