segunda-feira, 5 de agosto de 2013

:.klara, minha amiga. - Despedida.:


Despedidas não podem ser tristes. Podemos pensar nas despedidas como uma porta que esta se abrindo para outro espaço no tempo.

Se um amigo se vai podemos  pensar que esta abrindo espaço para um novo. E é assim que quero pensar.

klara foi uma amiga daquelas que aparecem em primeiro lugar nos nossos pensamentos. Aquela amiga que nos conhece tanto que sabe até que caminho devemos seguir.

Aquela amiga que nos ilumina mesmo dizendo que não sabe o que dizer.

E neste mundo, aonde cheguei a pouco, fui muito bem recebida por ela. E essa amiga me fez ver a beleza que existe no amor à submissão.

 Essa amiga esta me deixando agora, mas sei que os capítulos que escrevemos com essa amizade vão ficar guardados para sempre. Pra que eu possa ler e reler sempre que precisar de um ombro ou um colo.

 Essa amiga esta partindo, creio eu, por não ter mais para onde crescer. Não ter mais o que superar... Chegou a um estágio de uma força e grandeza tamanha que atingiu a perfeição.

E por isso não me despeço com tristeza. Despeço-me com a certeza de que agora minha amiga esta num plano onde a felicidade é plena, não existe angustia, medo, incerteza ou fraqueza.

Minha bela amiga esta agora pura, em sua total certeza de que esta completa. Completou-se e desapareceu.

Atingiu outra atmosfera, aonde nada mais vai atingi-la. Onde ela estiver estará sempre cercada de beleza, de felicidade e calma.

Temos a certeza de que seu período aqui no nosso meio, no nosso mundinho, serviu para orientar tantas outras belas submissas que acaba deixando um pontinho de Luz dentro de cada uma delas. Uma sementinha que sempre vai florear com rosas vermelhas, lindas e radiantes como foi essa minha amiga.

Minha cúmplice, minha guia, minha Luz e orientação.

Minha mesmo com cada letra dessa palavra M.I.N.H.A pois sei que como foi para mim não será para mais ninguém. Sei que as emoções e vibrações que trocamos, nós nunca seriamos capazes de trocar de nenhuma outra forma.

Essa katy sempre vai carregar no coração essa sementinha de rosa vermelha, e sempre a história da mais bela submissa, mais completa e mais plena em sua submissão apaixonada e espirituosa.

Que minha amiga jamais seja esquecida, e que os capítulos dessa história sempre sirva de exemplo para as que virão. E que essa minha amiga esteja agora em paz no seu jardim secreto.





5 comentários:

  1. Katy, vc já disse tudo em seu texto.
    Que ela descanse em paz...que Deus a receba de braços abertos.
    Força e fé amiga.
    Sou a mesma que assina como amor a base de tudo.

    ResponderExcluir
  2. Linda menina,

    Não sou tudo isso não, mas uma coisa está certa, vou ficar em meu jardim secreto e me reinventar, não me encaixo mais nesse meio, buscarei novos prazeres, novas cores, novas energias...

    Obrigada linda, pelo seu carinho, amizade, você é uma das pessoas que sempre estará em meu coração, conquistou isso aos poucos, lembro como se fosse hoje, aquela menina assustada com a dimensão de oportunidades à sua frente, de fantasias antes reprimidas, agora transformando-a numa mulher plena e determinada...

    Estou feliz com isso, te admirando cada vez mais, seja feliz minha Princesa, eu também levo muitas lembranças daqui, algumas me fizeram crescer, outras felizes e outras a enxergar meu verdadeiro lugar.

    Morre a klara, mas renasce a Meg tão intensa quanto todas as outras...

    Bjkas de luzes, Meg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meg minha mais nova velha amiga de infância.
      Apagamos a luz de casa deixamos tudo arrumado abrimos a porta e temos o mundo todo pra percorrer agora.
      Beijos!

      Excluir
  3. Texto perfeito... bela e justa homenagem àquela que foi uma das mais perfeitas submissas, se não a mais perfeita... uma verdadeira submissa de alma...

    ResponderExcluir