quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Um ano de Blog


Permita-me dizer como fui neste um ano.
Fui o mais profundo de mim. Fui simples, completa, perfeita, delicada e sofisticada em todos os meus atos.
Cresci, conheci pessoas e sensações... Fechei meus olhos para enxergar mais e melhor. Me calei para mostrar o quão certa e forte posso ser.
Me afastei para preencher espaços e estive bem perto para ser despercebida.
Me dividi, me perdi, me encontrei, me larguei e depois me peguei pela mão para ir mais adiante.
Percorri ruas em mim escuras e nunca antes percorridas por ninguém. Mas fui até o fim.
Entrei nessa estrada brincando, cantarolando como uma criança. Chorei, gritei, me calei para ser mais forte.
Cheguei ao topo do meu Himalaia, cheguei ao fundo do meu Triangulo das Bermudas. Me conheci.
Me apresentei a mim.
- Sou eu, sou forte, sou bela, completa e perfeita. Sou submissa, sou princesa, sou pureza e sou volúpia, sou cada pedaço de mim. Sou completa. Inteira. Perfeita.
Sou sincera, sou mulher, sou unica.
Sou Luz. Estando de joelhos ou estando no alto de 15 cm de salto. Sou Luz.

A um ano atrás eu procurava tantas coisas, tantas verdades, tantas respostas. E quanto mais busquei, mais perguntei, mas certeza tive de que a beleza esta na simplicidade, na pureza das palavras, no encanto da sinceridade, na clareza e leveza dos verbos e adjetivos. Hoje estou certa. Estou certa e grata por todos os caminhos que percorri. Grata por todas as pessoas que conheci, por todo carinho que recebi, por todas as conversas, todos os momentos.

Grata ao meu Senhor, meu Guia, meu Farol. Aquele para qual eu corro sempre, por ser Dono, por ser forte, sincero, claro, direto, perfeito. Por ser único, inquestionável, insubstituível, firme, certo, meu Porto-Seguro, meu Sagitário. Obrigada.