quarta-feira, 25 de junho de 2014

Para submissas

Onde esta a verdadeira força?
O homem em si é dominado pelo seu orgulho, seu ego, seus medos e inseguranças. Estes são os  fatores que determinam até onde ele vai e o que ele pode ou não fazer. Estes fatores determinam os limites, as crenças, a personalidade.
Logo, a força vem de quem pode transpor estas barreiras, concorda? O poder vem de quem pode combater seu orgulho, eliminar seu Ego de forma que ele não possa guiar mais nenhuma de suas ações. A força vem da superação dos medos, vem de quem pode desafiar sua cultura e suas crenças a ponto de se abrir a novos horizontes, sem questionamentos. Aceitar novas práticas, novas metas, novos costumes, de coração e mente totalmente abertos. Uma pessoa realmente forte deixa toda sua insegurança guardada para que possa se entregar de forma absoluta.
Estas pessoas com personalidade são capazes de seduzir se deixando ser seduzida, são capazes de guiar se deixando ser guiadas.
Os maiores desafios que estas pessoas encontram não pode vir de fora, nunca vai ser externo. A maior batalha sempre será interna, sempre será de sua liberdade de escolha contra as imposições que são plantadas no seu subconsciente pela sua cultura e/ou sociedade.
Se entregar sem medo, sem ego, sem orgulho é a verdadeira liberdade que se pode ter. Mas como encontrar a liberdade estando presa, literalmente.  Só a aceitação pode trazer este prazer, de se sentir livre e inteira entre as correntes.





quarta-feira, 18 de junho de 2014

Idas e vindas BDSM


Em todas as conversas, todas as relações que acompanho, o que mais vejo são os altos e baixos.
Numa relação BDSM esses altos e baixos são bem mais intensos que em qualquer outra relação e principalmente para o lado das submissas. 
Para os que não conhecem tão a fundo, quando se entra nesse espaço, se abre mão da sua autonomia, dos seus gostos e seus costumes e se torna o que seu Dono quer que seja. Tudo é Dele e para Ele. E a forma como Ele quer pode não ser o que você acredita ou acha correto. Mas este é o seu compromisso.
Não tenho conhecimento para analisar ou dissertar sobre os porquês disso tudo, mas posso dizer como funciona a cabeça dessas mulheres, ou pelo menos de uma ou duas que conheço.
Os conceitos implantados pela sociedade e pela nossa cultura entram em conflito direto com todas as praticas que adotamos nesse submundo. Então o que acontece é essa eterna dissonância cognitiva ( que é um termo que eu adotaria facilmente como meu segundo nome ) que é justamente este conflito entre duas ideias, dois lados, duas crenças.
Tenho meus dias de é disso que eu gosto, é isso que eu quero, independente de tudo e incondicionalmente. E logo vem os dias de O que eu gosto é errado, o que Ele faz é errado, não posso querer isso pra mim, não posso gostar de algo assim ou viver isso desta forma.
O problema é que nós criamos esta vida, nós elaboramos, enfeitamos, moldamos, e colocamos tudo em ação. E se eu fiz eu posso desfazer a hora que eu quiser! Eu que inventei isso, eu desinvento e pronto. Saio correndo, desfaço meu profile, deleto meu blog.
E depois? E o vazio? E aquele personagem que é mais verdadeiro que você? E os sentimentos que são mais intensos do que sua vidinha fora desse submundo? E o nome que você escolheu ao contrario do nome que escolheram pra você?
Ok. Eu desfiz eu refaço! Eu volto, eu revivo, eu me entrego novamente. Eu corro pra essa personagem que é o meu verdadeiro Eu. Que é mais forte, mais verdadeira, mais intensa, mais oblíqua, mais voluptuosa e mais mulher.
E é assim, para as que chegaram agora – Bem vindas a submissão de idas e vindas.

Dedicado as minhas amigas dos altos e baixos Jade e Princess Kitty – Somos assim porque somos mais do que todas. Beijos suados pra vocês !!!