quinta-feira, 26 de novembro de 2015

O Dono

Um dia conversando com uma amiga escutei algo em que penso até hoje, comparando o que o Dono é para o mundo e o que ele é com a sua sub, minha amiga disse que o Dono na verdade é, a essência daquele homem é o mais pura possível quando esta com você, porque para os outros ele finge, ele socializa, ele mostra o que quer que a sociedade veja, para você não, ele se mostra como é, ele se mostra o mais puro possível. Ele não precisa te agradar, te ganhar, te seduzir... Pode até ser assim no começo, na verdade precisa ganhar sua confiança e depois disso ele será o que tem vontade de ser, e o mais forte possível de suas vontades e desejos serão com você.
Ainda não consigo pensar claramente a esse respeito, mas gostei de ouvir isso. As vezes podemos pensar que o Dono foi um pouco mais ríspido, mais sucinto, ou algo assim... mas e se isso for sua verdadeira essência. E se você pudesse tratar as pessoas sem nenhum fingimento, sem nenhuma politica de boa vizinhança como sempre me ensinou a minha avó, e se você pudesse ser 100% você para as pessoas? Existiriam sempre sorrisos? Sempre palavras educadas e sempre o Sim quando te perguntam se esta tudo bem? Olha, posso dizer que comigo não seria assim, posso dizer que sorrisos e comprimentos ainda me custam bastante em certas ocasiões.
Acho que eu seria muito parecida com o meu Dono na verdade rsrs acho que eu seria muito mais sucinta, e direta, e séria, um pouco mais narcisista, um pouco mais sádica talvez rsrs
Por essas e ouras é que isso tudo é tão encantador, pois seja a essência ou seja mais um papel á ser interpretado, é o mais forte e profundo que podemos ser.


Beijos a todos e saudades!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário